Professora continua dando aulas durante tratamento de câncer: “Me fazem sorrir”

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 26/02/2021 Relatar Quero comentar

Professora faz relato emocionante declarando amor a profissão, ao ponto de mesmo estando em tratamento contra um câncer ela continua dando aulas.

A professora Kelly Klein, disse que, ao descobrir a doença, foi impactante, mas em nenhum momento pensou em parar de trabalhar, de fazer o que tanto ama, dar aulas.

Para ela, essa decisão foi uma motivação a mais na batalha para vencer o câncer.

O tratamento é muito agressivo e os pacientes ficam debilitados.

Ainda assim, a professora Kelly de Minessota, Estados Unidos, passou a exercer sua atividade profissional online, entre uma sessão e outra de quimioterapia, sem deixar seus alunos.

Animada com a possibilidade de trabalhar, seguindo essa condição de aulas à distância, a professora entende essa decisão como uma força a mais no enfrentamento da doença, uma vez que, o estado emocional é muito importante e também auxilia no tratamento.

Profissionais de saúde, há muito tempo, falam sobre a importância dos pacientes, especialmente de doenças agressivas como o câncer, terem acompanhamento psicológico, buscar,s e possível, ajuda profissional terapêutica, para ajudar no enfrentamento da doença. 

A professora  Kelly Klein foi diagnosticada com câncer no ovário, por conta do tratamento, foi necessário rever toda sua rotina, substituindo por novas condições de trabalho, embora, se quisesse, poderia se afastar por problemas de saúde, sem se envolver com assuntos de trabalho, nesse caso, lecionar, até que estivesse plenamente recuperada.

Mas para Kelly, ficar longe da atividade que mais ama, dar aulas, não é uma possibilidade, por isso, ela aproveita cada momento que consegue dar aulas.

Muitas pessoas, como a professora Kelly, no primeiro momento da descoberta de uma doença grave, ou quando sofrem uma grande tristeza, buscam transformar essa dor em algo positivo e até chegam a mudar sua própria vida como um todo, se redescobrindo, se tornando um exemplo de resiliência, como faz a professora.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar