Parcelei a fatura do cartão de crédito. Posso parcelar novamente? Entenda as regras!

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 17/05/2021 Relatar Quero comentar

Com tantas promoções e ofertas online imperdíveis, como resistir? Joana aproveitou e fez umas comprinhas para o bebê. 

O uso do cartão de crédito facilitou o procedimento e, depois, foi só esperar no conforto do lar. E não era nada caro, não.

O problema é que, quando ela recebeu a fatura, o valor ficou muito mais alto do que tinha planejado.

E o pior: ela já havia parcelado uma das faturas. Então, veio a pergunta: se já parcelei a fatura do cartão de crédito, posso parcelar novamente?

A dúvida de Joana é a de muitos brasileiros. Afinal, o parcelamento da fatura, apesar dos juros agressivos, pode ser uma boa estratégia para ganhar fôlego para reorganizar as finanças.

Mas as regras sobre o cartão de crédito mudaram em 2019, e muitos ficaram sem saber como funcionam as operações envolvendo o financiamento da fatura.

Por isso, neste post, vamos ajudar você a entender se é possível parcelar a fatura do cartão depois de já a ter parcelado uma vez.

Conheça quais são as regras nesse caso, como os juros são calculados e que alternativas você pode encontrar para reequilibrar as finanças!

Parcelei a fatura do cartão de crédito, posso parcelar novamente?

Mesmo que o cliente já tenha um parcelamento ativo na sua fatura, é, sim, possível realizar novos parcelamentos. Assim, normalmente, não existe um limitador. 

É preciso ficar atento somente ao fato de que o valor parcelado (acrescidos de juros e impostos) interfere no limite do cartão de crédito. Ao passo que as parcelas são pagas, o limite vai sendo liberado.

Outro aspecto importante é a taxa de juros. Ela será calculada conforme a data da proposta. 

Sendo assim, os diferentes parcelamentos poderão ser calculados com base em taxas distintas.

Essa nova regra do crédito rotativo e parcelamento de faturas foi implementada pelo Banco Central exatamente para evitar o superendividamento dos clientes. Entenda melhor como funcionava e como está a regra agora.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário