Famílias ainda preferem guardar dinheiro a usar poupança para consumir

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Aline 13/07/2021 Relatar Quero comentar

O fluxo líquido de poupança financeira das famílias, calculado pelo Centro de Estudos de Mercados de Capitais, foi positivo em R$ 15,2 bilhões entre janeiro e março de 2021

As famílias brasileiras ainda preferiam guardar dinheiro a usar sua poupança para consumir no primeiro trimestre deste ano e no início do segundo. O fluxo líquido de poupança financeira das famílias, calculado pelo Centro de Estudos de Mercados de Capitais (Cemec-Fipe), foi positivo em R$ 15,2 bilhões entre janeiro e março de 2021, e dados de abril já mostraram um novo acúmulo de R$ 12,4 bilhões.

“No nível agregado, não há indicações de que as famílias começaram a sacar esses recursos extras acumulados para reforçar o consumo”, diz Carlos Antonio Rocca, coordenador do Cemec.

Esse fluxo se mantém positivo desde o segundo trimestre do ano passado, quando as famílias começaram a formar poupança precaucional - pelo temor de perder emprego e renda na crise da pandemia - ou circunstancial, já que parte do consumo foi interditada pelas restrições sociais e às atividades, sobretudo de serviços.

Comentário do usuário