Economia comportamental: o que é e como usar no dia a dia?

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Aline 29/07/2021 Relatar Quero comentar

Em primeiro lugar, o termo Economia Comportamental foi criado pelo professor Richard Thaler, da Booth School of Business da Universidade de Chicago. Sua pesquisa combinou a Psicologia e a Sociologia para formular suas conclusões.

Como resultado, seu estudo apontou que as decisões de compra do ser humano são condizentes com o restante de seu comportamento. Além de serem previsivelmente irracionais e influenciadas por emoções.

Nesse sentido, o seu estudo contraria o princípio da economia clássica, que diz que o processo de tomada de decisão é baseado em lógica.

Portanto, o professor Richard Thaller que sugere que as decisões de compra podem ser previsíveis. Além disso, podem ser incitadas ou estimuladas. Então, para a economia e para o marketing essa possibilidade é excelente.

Afinal, esse dado permite planejar formas mais eficazes de atingir os consumidores.

Como esse conceito influencia os produtos e as vendas?

Você pode até achar que essa teoria não tem nada a ver com os produtos. No entanto, lembre-se de que muitas das compras realizadas pelos consumidores são feitas mais pelo desejo do que pela necessidade.

A indústria de automóveis e a de aparelhos celulares usam  constantemente. Por exemplo, estão a todo momento fazendo pequenas alterações em seus produtos, modelos e design.

Além de versões mais atualizadas e diferenciadas das anteriores, somente para manter as vendas e a opinião dos seus clientes em um nível excelente.

Por que usar a Economia Comportamental no dia a dia?

Entender como a economia comportamental nos ajuda em nosso   é essencial. Principalmente, na atual circunstância, onde quase  .

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário