Confira os setores em destaque e melhores investimentos para abril

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 14/04/2021 Relatar Quero comentar

A crise sanitária brasileira e a lentidão da vacinação afetam diretamente a economia brasileira e consequentemente os investimentos para abril. A situação é de juros maiores e deterioração fiscal.

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) as projeções são que o índice fique na casa dos 3%. Contudo, analistas mais pessimistas preveem crescimento na casa dos 2%.

O Itaú Unibanco, que estava entre os mais otimistas, por exemplo, revisou de 4% para 3,8% a estimativa de alta do PIB este ano e passou a prever apenas 1,8% de crescimento em 2022.

Enquanto isso, as apostas para a inflação oficial medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) não param de subir. O indicador, no entanto, não mede a alta do custo de vida efetivo para a população de baixa renda, que, na maioria dos casos, está em patamares muito mais elevados.

E não à toa, as apostas do mercado são de que o Banco Central, que tem como principal missão preservar o valor da moeda, deve começar a elevar a taxa básica de juros (Selic). As apostas são de alta de 0,50 ponto percentual na Selic com os juros básicos podendo encerrar o ano em até 6%.

Ainda por aqui, os investidores observaram com alguma desconfiança a aprovação no Congresso da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021.

Quais setores se destacam nesse cenário?

Ainda que haja volatilidade no curto prazo, a retomada gradual das economias, somada aos juros baixos, são alguns dos fatores que podem contribuir para um movimento de valorização dos ativos no médio e longo prazos.

Sendo assim, é importante ter um portfólio de investimentos equilibrado e bem diversificado, de acordo com o perfil do investidor. O objetivo é buscar aproveitar as oportunidades que podem surgir, mas combinando com estratégias de proteção para os eventuais momentos mais voláteis.

Um relatório do Banco Santander aponta um norte para os investimentos para abril. Segundo a instituição, as ações ligadas à tecnologia e ao comércio eletrônico que se valorizaram muito anteriormente agora vivem uma queda, o que pode ser visto como um ajuste de realização de lucros.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar