Veja aparti de qual Data será liberada a nova parcela do novo auxílio

Ree25 24/10/2021 22:02 Relatar

Auxílio tem nova proposta que prevê parcelas de R$ 400 até fim de 2022

Parte do pagamento, porém, ficaria fora do teto de gastos; benefício uniria Auxílio Brasil e Auxílio Emergencial

O governo federal estuda complementar o Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família, com mais duas parcelas, uma dentro e outra fora do teto de gastos. O estudo é feito pensando no fim do auxílio emergencial, que já está tendo a última parcela paga.

De acordo com apuração do Estadão/Broadcast, essa possibilidade elevaria o Auxílio Brasil para, em média, R$ 400 durante todo o ano de 2022, quando o presidente Jair Bolsonaro tentará se reeleger. Esta é uma das várias opções que estão sendo estudadas. Na segunda-feira (18), Bolsonaro chegou a falar na prorrogação do próprio auxílio emergencial.

Pagamento fora do teto de gastos

De acordo com o Estadão/Broadcast, a equipe do Ministério da Economia tenta frear qualquer possibilidade de benefício que ultrapasse o teto de gastos, mas a ala política do governo quer enfraquecer o ministro Paulo Guedes.

Desde sábado, se intensificaram as conversas no governo a respeito das políticas sociais. De acordo com apuração do Estadão/Broadcast, está ficando definido um auxílio temporário que será pago de forma complementar ao Auxílio Brasil.

Como seria o auxílio dobrado

A alternativa seria, portanto, pagar o Auxílio Brasil no valor que cabe dentro do Orçamento. Com isso, a parcela seria de R$ 194,45, valor estimado em parecer de mérito elaborado pelo Ministério da Cidadania e obtido pelo Estadão/Broadcast por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI).

Duas parcelas de auxílio temporário seriam adicionadas a esse valor, cada uma delas de R$ 100. O público atingido seria o mesmo do Auxílio Brasil, elevando o benefício a R$ 400 até o final de 2022.

Uma das parcelas de R$ 100 cabe no teto de gastos, fazendo o benefício chegar a R$ 300 a partir de novembro. A outra, que faz o auxílio chegar a R$ 400, seria paga fora do teto a partir de dezembro. De acordo com fontes ouvidas pelo Estadão/Broadcast, o movimento do governo agora é para convencer Guedes, já que "apenas parte" do benefício ficaria fora do limite de despesas.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2021 www.br-novodia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais Contate-nos zhangmin56232931@gmail.com,Se houver alguma infração, entre em contato conosco

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.