Inflação e deflação: entenda as diferenças!

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Aline 06/07/2021 Relatar Quero comentar

Saber as diferenças entre inflação e deflação, além do significado de outros termos econômicos, é sempre importante para compreendermos o que está acontecendo no nosso cotidiano. E como as questões econômicas influenciam nosso modo de vida.

A maioria das pessoas já conhece o termo “inflação” e até sabe superficialmente o que significa. O termo é sempre lembrado nos momentos de crise econômica e quando há o aumento dos valores dos produtos e serviços. Mas, e o que seria a deflação?

Continue a leitura do artigo, saiba mais sobre esses dois termos econômicos e conheça brevemente alguns dos demais conceitos relacionados ao assunto!

O que é inflação?

A inflação já é uma figura bem conhecida entre os brasileiros. Muitas pessoas sabem o quanto foram difíceis as décadas de 1980 e início dos anos 1990, nas quais os valores dos produtos sofriam reajustes a todo momento. Os preços estabelecidos mudavam diariamente e, em alguns casos, mais de uma vez por dia.

Nessa época, as pessoas não tinham noção do quanto gastariam no supermercado, os empregadores perdiam a noção do quanto deviam pagar aos seus funcionários, dentre outros problemas decorrentes. Por mais que esse período “sombrio” tenha passado, alguns resquícios ainda persistem.

A inflação, portanto,  é uma fenômeno no qual há uma alta generalizada e persistente dos preços de produtos e serviços. Não confunda isso com a mera oscilação de preço, o que é comum e apenas reflete os movimentos do mercado.

Logo,  quando a taxa de inflação sobe, a população em geral terá um gasto maior para adquirir os mesmos produtos que consumia antes. Assim, se a inflação for de 10% ao ano, sua compra no supermercado que antes era de R$100 passaria a ser R$110, simplificando.

Ou seja, podemos dizer que a inflação faz você perder seu . Além disso, esse fenômeno faz o dinheiro ser cada vez mais desvalorizado.

Você mesmo pode perceber isso. Por exemplo, antigamente era possível comprar muitos mais produtos com uma nota de R$50. Hoje em dia, você provavelmente adquire muito menos itens com esse mesmo valor.

Como ocorre a inflação?

A inflação pode acontecer por diversos fatores, não se esgotando em apenas alguns exemplos, por se tratar de um fenômeno complexo. Um dos mais comuns, para ilustrar, são os  gastos públicos realizados de forma equivocada.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário