Pesadelo! Depois que ela acordou, encontra centenas de aranhas no quarto da filha e vídeo viraliza nas redes sociais!

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 31/01/2021 Relatar Quero comentar

Nada como um dia na Austrália… Nesta semana, uma mãe encontrou centenas de aranhas atrás das cortinas do quarto de sua filha, na cidade de Sydney.

O vídeo surpreendente da mulher – identificada como Claudia – viralizou nas redes sociais, assustando e muito os internautas. Afinal, quer um pesadelo maior que esse?

A maquiadora, de origem alemã, narrou como foi a ocasião.

“Quando você vai ao quarto da sua filha e ela diz: ‘Mãe, tem um monte de aranhas lá em cima. Até algumas bebês’. Eu falei: ‘Ah, não é tão ruim assim. Deve ter umas 50, 60’. Aí ela falou: ‘Olha pro outro lado’”, contou Claudia sobre a surpresa nada agradável em virar o rosto e descobrir muito mais aranhas pela parede. “Elas são tão fofas”, brincou ela.

A filha de Claudia encontrou algumas das aranhas caminhando pela parede, e acabou descobrindo o resto das “amiguinhas” por trás das cortinas. Por fim, elas decidiram não mexer com elas.

“Nós só as deixamos lá porque elas são aranhas-caçadoras bebês, e na verdade eu gosto das aranhas-caçadoras, então estava tipo: ‘Eu não vou fazer nada'”, explicou a mãe.

“Elas simplesmente vão embora… Deixe a natureza ser ela mesma”, acrescentou em entrevista ao nine.com.au. Se teríamos a mesma coragem? Não conte com isso!

Que pavor! A filha de Claudia até brincou que não poderia dormir no quarto novamente – mas dormiu mesmo assim, só trocando de lado na cama.

Segundo a maquiadora, sua família tenta não entrar em pânico em situações como essas…

Mas eles não conseguiram evitar o desespero quando tentaram deixar a janela aberta para que elas escapassem e tiveram outro imprevisto.

Ao invés de ajudar, o vento soprou as aranhas de novo para dentro do quarto! Algumas ficaram até mesmo penduradas em suas teias.

Diante disso, Claudia e a filha usaram copinhos para coletar as aranhas espalhadas pelo cômodo.

Para respirarmos aliviados, a boa notícia: todas as “invasoras” deixaram o quarto pouco após a repercussão do caso. Ufa! Já esse pesadelo jamais irá embora…

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário