Como reduzir as dívidas do cartão de crédito em 2021

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Aline 16/06/2021 Relatar Quero comentar

Muitas pessoas tem problemas com sua fatura do cartão de crédito, tanto por que não souberam administrar seus gastos relativos aos seus ganhos ou houve algum prejuízo inesperado.

Os saldos dos cartões de crédito no mundo caíram 13 por cento do final de 2019 até o terceiro trimestre de 2020, conforme os consumidores gastaram menos e reduziram a dívida do cartão durante a pandemia, de acordo com dados do governo federal.

Os pedidos de ajuda com dívidas de cartão de crédito normalmente aumentam no início de um ano. Além disso, a pandemia da covid-19 também interrompeu as férias e as refeições fora de casa.

Os brasileiros que não perderam seus empregos ficaram com mais dinheiro para pagar as dívidas do cartão. E os esforços de alívio da pandemia do governo federal, incluindo o auxílio emergencial, ajudaram ainda mais suas finanças.

Claro, nem todo mundo teve tanta sorte, boa parte dos trabalhadores disseram que sua situação financeira piorou desde o início da pandemia por causa da perda de empregos ou queda na renda. Quase metade das pessoas em pior estado disse que tinha contraído dívidas para pagar contas e cobrir as necessidades, conforme pesquisa

Alguns brasileiros estão provavelmente no modo de "sobrevivência", usando seus cartões de crédito para cobrir a perda de renda e fazendo pagamentos mensais mínimos.

A dívida do cartão é normalmente a forma mais cara de se pedir um empréstimo porque não é garantida por um ativo como um carro ou uma casa. É um dos piores tipos de dívida que uma pessoa pode ter.

Qual uma boa forma de quitar dívidas de cartão de crédito?

Se você tiver vários cartões - e a maioria das pessoas tem, é recomendado pagar primeiro aquele com a maior taxa de juros.  Alguns especialistas financeiros sugerem pagar aquele com o menor saldo, o que pode lhe dar uma sensação de realização e incentivá-lo a continuar.

Você também pode considerar a consolidação da dívida do cartão de crédito, talvez com um empréstimo pessoal de taxa mais baixa, para tornar os pagamentos mais administráveis.

Se você encontrar um cartão com oferta de juros zero, transferir seus saldos e pagar o novo cartão ao longo do tempo pode ser uma opção. Mas os bancos estão fazendo menos ofertas de transferência com juros zero ultimamente, e as que estão disponíveis tendem a ter prazos de pagamento mais curtos e a taxas de transferência mais altas.

Comentário do usuário