Reforma deixa 6,8 milhões fora de modelo simplificado, diz Receita

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Aline 15/07/2021 Relatar Quero comentar

Olá, querido amiguinho.  É claro que hoje ainda vou compartilhar com você um pouco sobre o aspecto financeiro do conteúdo, afinal de contas, você também sabe que sou principalmente para compartilhar o conteúdo financeiro, não estou brincando com você, vamos entrar no assunto principal e dar uma olhada no que estou compartilhando com vocês hoje.  

 Para as coisas financeiras nós todos temos dúvidas de uma forma ou de outra, nós lutamos para encontrar um emprego ou começar um negócio, e também pode ser sobrecargado por mudanças no mercado econômico, não posso dizer que tem um profundo conhecimento sobre as coisas financeiras, aqui é principalmente para fornecer o conteúdo e informação mais útil,  E fornece as últimas notícias, os relatórios mais atualizados e os dados mais autênticos.  

Órgão havia informado antes que mudança teria potencial para afetar mais de 11 milhões de contribuintes

A Receita Federal informou ao  Valor que 39,2% dos contribuintes que fizeram declaração simplificada em 2019 não devem mais poder usar esse modelo após a reforma do Imposto de Renda (IR). O projeto enviado ao Congresso prevê que esse mecanismo só poderá ser usado para quem tem renda de até R$ 40 mil por ano. Com isso, cerca de 6,8 milhões de pessoas perderiam essa prerrogativa.

Os dados da Receita mostram que 7,4 milhões de pessoas com renda de até R$ 30 mil fizeram a opção pela declaração simplificada. Entre aqueles com renda entre R$ 30 mil e R$ 40 mil, foram 3,16 milhões que utilizaram esse benefício. Juntos, eles representam 60,8% dos que declararam o imposto pelo modelo simplificado e manteriam esse direito se a reforma for aprovada nos moldes sugeridos pelo governo.

Os números corrigem informação que estava equivocada em tabela da própria Receita, que mostrava que a restrição à declaração simplificada do Imposto de Renda para pessoas físicas teria potencial para afetar mais de 11 milhões de contribuintes, seja pelo aumento da burocracia para declarar o tributo, na direção contrária à simplificação prometida na reforma, seja pelo aumento efetivo da carga tributária por quem não tiver despesas a deduzir.

Consegui ler artigo partilhar convosco hoje, todos vocês vão pensar para comigo, segura-te tempo para fazer o que tu farias agora, não hesite em investir dinheiro ou começar um negócio à procura de um emprego, se ainda não sabe muito sobre as questões financeiras, por favor, siga o nosso site e nós forneceremos informações mais valiosas.

Comentário do usuário