Dicas Sobre Finanças Pessoais

1. Aprenda contabilidade com os ricos

Ricos não são ricos à toa.

Uma das principais coisas que os diferencia das demais pessoas do mundo é a atenção incrível que dão às suas finanças pessoais.

E como conhecimento significa poder, sabem o suficiente de cada aspecto que envolve seu dinheiro.

E um dos aspectos mais importantes, ignorado pela maioria das pessoas que não conseguem enriquecer, é a "contabilidade".

É preciso entender os fundamentos contábeis para poder contratar um bom contador e evitar, assim, perder dinheiro.

Não estamos falando de nada ilegal, muito pelo contrário.

As pessoas ricas conhecem a contabilidade de forma a evitar tributos e impostos desnecessários, dinheiro esse que em suas mãos, só faz crescer seu patrimônio.

Note que, toda vez que ler uma biografia de um milionário, parte de seus segredos sempre passará por uma contabilidade impecável e conhecimento tributário.

O segredo de quem tem: jamais perder dinheiro quando isso puder ser evitado.

2. Utilize a tecnologia a seu favor

Achou a planilha financeira um pouco trabalhosa ?

Ainda bem que existem empresas desenvolvendo aplicativos financeiros para facilitar a sua vida. Os apps de controle financeiro são os melhores amigos de suas finanças pessoais.

A grande vantagem, além da simplicidade no uso, é a mobilidade.

Como a maioria tem a versão para smartphone, você poderá lançar suas despesas no ato, sem esperar chegar em casa, correndo o risco de esquecer.

Há ainda aplicativos que se conectam às suas contas correntes, realizando os lançamentos de forma automática.

A você caberá apenas criar categorias para cada despesa, como "moradia", "transporte", "educação", para citar alguns exemplos e definir metas (ou limites) para seus gastos.

Fantástico, não é?

Agora, você não tem mais desculpa e não deve mais deixar seu controle financeiro de lado.

3. Poupe parte do seu dinheiro e invista (mesmo ganhando pouco)

Ganhar pouco não é desculpa para não poupar.

Lembra a regra dos 50-15-35? Ela cabe em qualquer orçamento.

O grande segredo das finanças pessoais não é ficar tentando adaptar seus ganhos à sua vida, masadaptar sua vida aos seus ganhos.

Esforce-se, assim, para conseguir separar 15% do que ganha para poupar e, por consequência, investir.

Esqueça esse dinheiro e condicione-se a viver com os 85% restantes e adapte sua vida a eles.

Assim, com disciplina e paciência, você verá seu patrimônio crescer.

E, a partir desse ponto, utilize-se de tudo o que a Rico te oferece para escolher os melhores investimentos.

Seu dinheiro crescerá mais rápido e você atingirá seus objetivos.

4. Aprenda como economizar dinheiro

A economia de dinheiro é parte importante das finanças pessoais, por isso, falamos tanto sobre esse assunto.

E, por mais óbvio que pareça, economizar vem de cortar desperdícios – tão simples quanto isso.

E, após começar a fazer o controle dos seus gastos, ficará muito fácil identificá-los.

De forma resumida: desperdício de dinheiro é tudo aquilo que você paga mas não usa, ou, o gasto para o qual (caso use) haveria opção mais barata.

Alguns exemplos práticos:

TV por assinatura: se você não usa, cancele

Telefonia: veja se seus planos estão adequados ao seu consumo. Sempre é possível gastar menos

Assinaturas em geral: o brasileiro é conhecido por assinar um monte de coisas e não cancelar. Seja o serviço de streaming de música ou aquela revista que nunca lê, cancele tudo e só pague aquilo que efetivamente usa.

Seja a academia que não vai, ou um carro que fica na garagem e não usa, vale o mesmo raciocínio: só cortando os desperdícios você poderá poupar e ver seu patrimônio crescer.

Comentário do usuário