Soltura de fogos de artifício: algumas dicas simples que podem ajudar a amenizar o medo de cães e gatos

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 25/01/2021 Relatar Quero comentar

Olá pessoal. Siga para saber todas as notícias de animais e muito mais em primeira mão! Se gostou das notícias, não esquece de compartilhar com seu amigos.

“O único amigo desinteressado que um homem pode ter neste mundo egoísta, aquele que nunca o abandona, o único que nunca mostra ingratidão ou traição, é o seu cachorro.” (George Graham Vest)

Apesar das medidas de distanciamento social adotadas por grande parte dos executivos municipais e estaduais para frear o avanço da Covid-19, é bem provável que festas (ainda que clandestinas) aconteçam, e assim, também haja soltura de fogos de artifício.

Pouco importa a quantidade de fogos lançados: um só já pode gerar um estresse enorme nos nossos animais de estimação. Se para nós o barulho é ensurdecedor, imagina para eles?

Em cães e gatos, o estresse decorrente da explosão pode gerar sintomas tais como tremores, latidos, uivos, miados, tentativa de se esconder e até fuga.

Dessa forma, é vital se atentar a algumas dicas simples que podem ajudar a amenizar o medo de cães e gatos:

1. Separe um cômodo da casa, de preferência isolado, para acomodar seu cão ou gato;

2. Adicione tecidos grossos ou cobertores nas portas e janelas para abafar o som externo;

3. Não deixe o cômodo completamente escuro;

4. Não se esqueça de oferecer caminhas para os pets ficarem;

5. De preferência, fique no cômodo com ele, de modo que o peludo se sinta mais seguro;

6. Disponibilize brinquedos e alimentos que o seu cãozinho ou gato gosta;

7. Não medique seu pet sem orientação profissional – converse sobre tal possibilidade com um veterinário antes.

8. Colocar música, rádio ou TV que o animal esteja acostumado a ouvir é uma boa pedida.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário